101 em 1001 - #75

Bem gente, infelizmente tivemos essa tragédia ontem e que olha, vou contar pra vocês que me abalou muito.
Não tive nenhum amigo, nem conhecido como vítima. Um casal de amigos conseguiu sair da boate a tempo. Mas fiquei muito abalada. Foi muito próximo. Aqui perto. No nosso estado amado. Pessoas muito jovens. Muita gente. 
A sensação de impotência foi absurda. 
Mas orações continuam e a vida também.
***
Vamos então a confirmação de mais um item realizado da minha listinha.

Pela primeira vez na minha vidinha passei o reveillon na praia!
Pulei as sete ondas. Na verdade deve ter sido bem mais que sete já que cada uma de nós contava num momento, hehehehe.
Fomos para Capão da Canoa. 
Viagem decidida em cima do laço. Ficamos num apê ótimo, mas muito longe da praia o que dificultava um pouco a nossa vida. 
A praia estava muito cheia a meia - noite mas a experiência foi válida. 
Da próxima vez escolho uma quase deserta, hehehehe.

Eu sei que não aparece gente, mas o mar tá ali ó... bem atrás de mim!

Item 75 - Passar um reveillon na praia;
 Realizado! ;)

Comentários

  1. Naty, concordo contigo, muito triste o que aconteceu. Passamos a juventude achando que nada irá nos atingir...que sirva de alerta para outros eventos.
    Passar na praia é tudo de bom, também passei na praia, mas tem razão...é gente que não acaba mais, hahaha, tem que disputar um lugarzinho na areia. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Tragédia mesmo :/
    Eu te entendo em relação ao mar na foto, rsrs. A gente sabe que ele tá ali, é a timidez kkk
    beijos flor.

    ResponderExcluir
  3. Ai, Naty, que bom1
    Eu sempre preferi passar na praia, pra atrair boas energias. Mas ultimamente eu tenho virado o ano em locais mais reservados, por causa do meu filho. Mas sempre perto do mar.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Naty, realmente uma triste tragédia, quantos sonhos perdidos, quanta dor deixada para traz e perdas irreparáveis, estamos todos orando. E o mais revoltante é ver como alguns veículos de comunicação estão tratando o caso, se aproveitando de uma situação trágica para angariar alguns picos a mais na audiência, um verdadeiro show da tragédia.

    Nossa nem deu pra ver o mar nessa foto (risos), mas o importante é que vc esteve lá e ponto. Eu já passei o ano na praia umas três vezes, aqui em Copacabana, mas vou dizer pra vc, tirando o show e a queima de fogos, não sei dizer se foi tão bom, muito cheio, filas quilométricas nos banheiros químicos e uma caminhada de 2 quilômetros até a praia pois a prefeitura fechou todas as ruas, e como eu não bebo pra encher a cara e esquecer todos esses transtorno como a maioria faz, não curti tanto.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi Vane!
    A praia estava muito cheia mesmo. Quero conhecer uma quase deserta agora, para ver se aproveito um pouco mais, hehehe.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Hahahaha.
    Vanessa, esse danado resolveu se esconder bem na hora de eu tirar a foto :D

    ResponderExcluir
  7. Me senti mesmo renovada depois dessa Paty. Muito bom!

    ResponderExcluir
  8. Pois é Marcos, infelizmente a mídia se aproveita até disso.

    Na praia que eu fui também tinha fila pra tudo. No show da virada também tinha pessoas com fogos de artificio no meio do povo. Achei isso muita falta de respeito, já que quase não tinha espaço para a gente se mexer na areia. Quem sabe se eu tivesse enchido a cara não teria ficado tão impressionada com tudo isso, hehehe.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi! Obrigada pelo comentário! Ele será respondido aqui mesmo, tá?!
Volte sempre ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Rapadurinha de Leite em pó

Feito Por Mim - Suporte para celular - D.I.Y

Dez Mulheres - Marcela Serrano