Cinema em Casa - A Dançarina e o Ladrão


Uma grata surpresa! 
Nas minhas férias, lá em Palmy city, meu afilhado foi na locadora para alugar um dos filmes do Harry Potter para assistirmos. Maaaaaas acabaram trocando os "disquinhos" e o que acabou indo pra casa foi esse. Gravei no note, mas só assisti hoje e me apaixonei pela história, pelas personagens, pelas cenas lindas, por tudo!
O filme se passa após o término da ditadura de Pinochet, no Chile. E cruza as vidas de três personagens com histórias e propósitos muito diferentes e que acabam unidas pelo que deveria nunca ser esquecido por ninguém: o hábito de sonhar e acreditar nesse sonho.

                            
 Vergara Grey e Ángel

Ángel Santiago é um ex-presidiário que procura e tenta convencer o também ex-presidiário, Nicolás Vergara Grey, a colocar em prática o plano de um colega de cela, amigo em comum dos dois. No meio do caminho Ángel conhece Victória Ponce, uma bailarina muda que coloca todo seu sentimento na dança. 

Victória

Poucas palavras minhas hoje. Vou deixar com vocês um trechinho de uma crítica que fala muito mais do filme e que encontrei quando procurava por fotos para deixar por aqui. Nesse link você pode ler a crítica completa, que é bem longa, mas vale muito a pena. Fala sobre as ligações da trama com os fatos históricos da época.

"A HISTÓRIA: Dois olhos castanhos olham em direção à Cordilheira dos Andes. Algo levanta poeira, ao longe, e a dona dos olhos castanhos parece agitar-se. A câmera sobe até o céu e retorna mostrando a cidade de Santiago do Chile. Uma notícia na rádio informa que o novo governo promulgou uma anistia para os presos do país, libertando todos que tivessem cumprido dois terços de suas penas e que não tivessem sido condenados por assassinato. Entre os que seriam soltos estava uma "lenda do crime", o ladrão especializado em roube de cofres Nicolás Vergara Grey (Ricardo Darín).
Mas a história vai centrar-se mesmo em um anistiado menos conhecido, o jovem Ángel Santiago (Abel Ayala) que, logo que sai da cadeia, encontra a apaixonante Victoria Ponce (Miranda Bodenhofer). A história destes dois e mais a de Vergara Grey será entrelaçada em um conto sobre as mudanças ocorridas no Chile após a ditatura de Pinochet." (Sala de Cinema)

Dirigido por: Fernando Trueba
Com: Ariadna Gil, Ricardo Darín, Mariana Loyola
Gênero: Drama
Nacionalidade: Argentina
Ano: 2012

Imagens daqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rapadurinha de Leite em pó

Feito Por Mim - Suporte para celular - D.I.Y

Papai Noel, Pai Natal ou Santa Claus