Faroeste Caboclo


Faroeste Caboclo : Poster

Forte.
Tenso.
Triste.
Não recomendado para quem vê o mundo com óculos cor-de-rosa.

Antes de assistir eu estava curiosa e com medo ao mesmo tempo. A música é pesada, mas ouvir é uma coisa, ver é outra. Minha mente não tinha criado com tantos detalhes a triste saga de Santo Cristo.

Nem tudo acontece como na letra da música. No filme é um pouco mais...duro.

João sai de Santo Cristo em busca de uma vida melhor em Brasília. Lá encontra seu primo Pablo e começa a trabalhar com ele. Conhece Maria Lúcia e os dois se apaixonam perdidamente. Uma paixão forte que parece não ter fim, parece que quanto mais dificuldades existem, maior ela fica e eles enfrentam tudo. João sofre. Muito. Maria Lúcia também. 
Jeremias sempre foi apaixonado por ela que nunca lhe deu nenhuma chance. E ele não admite que ela prefira um traficante negro e pobre do que um traficante playboy. Utiliza de seus contatos para transformar a vida de João um inferno. Na esperança de que ele permita, pelo menos, que João sobreviva, Maria Lúcia se entrega a ele. 
E o final?
Esse todo mundo já sabe qual é.

Fiquei pensando se tudo aquilo acontece, ou aconteceu, realmente com alguém. Algo parecido já é dor demais. Eu como uma "menina do interior" fiquei chocada com a representação da juventude da época em que se passa o filme, mas lembrei - me (e torci para que fosse) que era somente baseado em uma música...

Parabéns ao cinema brasileiro. 
Não entendeu, né?
É que ficou tudo tão real, tão dolorido, que cheguei a conclusão que o filme foi muito bem feito. 

Lançamento: 31 de maio de 2013  
Dirigido por: René Sampaio
Com: Fabrício Boliveira, Ísis Valverde, Felipe Abib, César Troncoso, Marcos Paulo, Antônio Caloni, Rodrigo Pandolfo
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil

**Não recomendado para menores de 16 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rapadurinha de Leite em pó

Feito Por Mim - Suporte para celular - D.I.Y

Dez Mulheres - Marcela Serrano