50 Perguntas - *17*

17. O que uma coisa não é mesmo feito que você realmente quer fazer? O que está prendendo você?

Tenho a impressão que essas perguntas foram traduzidas do inglês para o espanhol e depois para o português, hahahahahaha. 



Reescrevendo a moça: Vocês está fazendo o que realmente gostaria de estar fazendo? O que está prendendo você?

Respostas: Na questão financeira sou uma pessoa com pouquíssimas ambições. Então, assim, tô de boas. Tenho estabilidade no emprego, consigo me manter, pagar aluguel e me virar com minhas vontades.

Na questão social acredito que eu poderia estar fazendo mais pelas pessoas que dividem esse mundão comigo. O fato é que ando pensando demais e fazendo de menos. Acho que o que eu faço (ou acho que faço) é tão pouco. 

O que está me prendendo? O medo de sair da zona de conforto. Eu sei. 
Teve uma época que já fiz mais, sabe? Eu fazia tanta coisa... (na minha humilde opinião) e gostava. Me sentia bem com as crianças e ajudando numa coisa ou outra. Aqui, agora, tudo parece tão complicado, tão difícil. As pessoas parecem complicadas.  Aí sim é que considero que seria mais importante tentar. Mas ainda não consegui...

Tirando esse grilinho da consciência que grita de vez em quando, eu tô de boas. E feliz, sim.

Principalmente porque 2017 me trouxe um presente tão inesperado e gostoso que ainda nem acredito. 
Mas naquelas de que "cada um recebe o que merece/plantou", penso que devo ter me comportado direitinho nos últimos tempos. 

Foto que tirei no jardim da Catedral de Pedra, em Canela. Das tentativas e erros dos exercícios de fotografar. Tentei capturar a imagem da borboleta, mas ela saiu voando bem na hora. Certo ou errado, eu gostei do resultado. 



***Os posts sobre esse desafio você encontra aqui ;)***

Comentários

  1. Oi, Nah, tudo bem? Amei sua resposta! É bom olhar para dentro e perceber o que podemos melhorar e o que temos de bom. Também tenho a sensação de que sempre estou fazendo menos do que deveria, estou sempre tentando melhorar isso.
    Pelo que tenho estudado o ser humano tem uma tendência natural ao crescimento, à evolução... quando estacamos isso realmente não é bom, pois trava um processo que deveria ser respeitado. Por outro lado temos tantas obrigações a dar conta que parece que o tempo sempre é curto... mas sempre aparece uma brecha quando nos dispomos a sair da zona de conforto, com certeza.
    Linda foto! Abraços, amor e luz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!!!
      Pois é, a vida é corrida mesmo. Mas às vezes a gente nem precisa mudar a nossa rotina para ajudar. No nosso vuco-vuco diário também podemos auxiliar de alguma forma. Mas precisamos estar sensíveis a isso, coisa que na maioria das vezes não estamos devido justamente a loucura em que vivemos.
      Nosso destino é evoluir, sim. Cada vez mais. Evolução no amor ao próximo, no plantio do bem, na caridade.

      Quanto a foto: Obrigada! :)

      Beijos e obrigada pela presença por aqui :)

      Excluir

Postar um comentário

Oi! Obrigada pelo comentário! Ele será respondido aqui mesmo, tá?!
Volte sempre ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Rapadurinha de Leite em pó

Feito Por Mim - Suporte para celular - D.I.Y

Dez Mulheres - Marcela Serrano